Revista PUB - Diálogos Interdisciplinares

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Instagram B&W

TV NA ÁFRICA

-ANA CLAUDIA LEITE DANTAS-


Ilustração: "Sopro" - Autoria: Ana Cláudia Leite Dantas

Certo dia vi, em um documentário, que em determinada região da África, próxima ao Nilo, um determinado governo está construindo uma usina. Não entro aqui no mérito da corrupção política, mas vi os jornalistas abordando os seres viventes daquela região, pessoas muito simples, sem saneamento básico, sem alcance a uma alimentação correta, sem cama, sem mesa, sem cadeira... Os homens de imprensa questionavam como aquelas pessoas estão sentindo a construção, considerando que muita gente foi desalojada e muitos outros tiveram de assinar documento se comprometendo financeiramente com a construção para poderem preservar seu quinhão de terra e, a maioria deles, não teve orientação suficiente para tomar ciência do que está acontecendo consigo mesmo e com o seu ambiente. Muitos foram entrevistados, muitos falaram de forma séria, casais estão se discordando, estabeleceu-se a discórdia, mas, uma determinada mulher, quando questionada, perguntou sobre qual a serventia daquela construção. O jornalista tentou explicar a questão da eletricidade e ela não sabia o que era nem sabia para que servia. O homem se empenhou em citar benefícios da eletricidade, mas a língua dele também não ajudava muito o entendimento da africana, então ele disse: “Para assistir televisão”. Aí ela meio que entendeu e resmungou no dialeto dela: “Televisão, ah sim, deve ser bom”. E eu cá com meus botões pergunto a mim mesma: Será?

Ana Cláudia Leite Dantas Ferreira é poeta, professora, desenhista e escritora. Aprendeu com os passarinhos a amar o cheiro do orvalho na grama de manhãzinha e, com os gatos, as delícias da brincadeira despreocupada. Fã incondicional de Quintana, passarinha pela vida, porque não está aqui de passagem. Escreve todo dia 19 de cada mês.


95 visualizações3 comentários